Pular para o conteúdo principal

33 contra TODAS

Durante essa semana essa imagem tem circulado na internet e causado polêmica entre pessoas religiosas (e tapadas, vamos combinar!) por se tratar de uma mulher sendo crucificada no símbolo de Vênus, que representa o sexo feminino. Na verdade, o símbolo não tem nada a ver com religião, mas sim com a notícia que deixou a internet em  polvorosa essa semana: o estupro coletivo sofrido por uma jovem de 16 anos que foi drogada e abusada por 33 homens e teve vídeos e imagens exibidos como troféus na internet.
Pra quem não sabe do que estou falando (Em que mundo você vive?) vou fazer um breve resumo: na última quarta-feira, 25/05, o vídeo de uma moça nua e desacordada foi divulgado via Twitter com rapazes tirando sarro e afirmando que ela havia sido estuprada por "mais de 30", segundo alguém fala no vídeo. O vídeo, que expunha os órgãos genitais da menina SANGRANDO, obviamente causou revolta e o Ministério Público do Rio (onde o crime aconteceu) juntamente com outros órgãos competentes começaram a investigar o caso. Nesse mesmo dia a jovem de 16 anos, que estava desaparecida desde sexta-feira dia 20, foi encontrada em Praça Seca na zona oeste do Rio e confirmou ter sido dopada e quando recuperou a consciência estava com 33 caras encima dela.
Se ser estuprada por UM cara já é um absurdo sem tamanho e deixa marcas eternas, imagina ter TRINTA E TRÊS caras fazendo sexo forçado com você? Eu não consigo imaginar a dor física nem emocional que essa moça está sentindo e sentirá pro resto da vida.
Essa notícia choca e revolta, principalmente NÓS MULHERES, por vários motivos:
1) Dá para acreditar que 33 homens consentiram com tal ato, tiraram fotos, filmaram e expuseram em suas redes sociais como se fossem souvenires da melhor conquista de suas vidas? Dá pra acreditar que NENHUM deles fez absolutamente NADA para tentar impedir esse abuso? Nenhum deles pensou, nem por um segundo, que aquela moça é como a a irmã ou mãe ou filha deles? Será possível que nenhum deles tentou nem por um segundo se colocar no lugar daquela pobre menina?
2) Entre as pessoas que viram as fotos e vídeos algumas foram capazes de CURTIR e  COMPARTILHAR!! Sem contar as que COMENTARAM dando APOIO!! Vocês tem noção do quão grave isso TAMBÉM é? Na minha concepção, isso é tão criminoso quanto cometer o crime em si. É como se você estivesse pedindo o "bis" de um show de horrores.
3) O fato de que algumas pessoas se dão ao trabalho de perder tempo e queimar neurônio pensando em razões que JUSTIFIQUEM esse ato também é algo assustador pelo simples fato de que isso é absolutamente INJUSTIFICÁVEL! Nada ~ absolutamente NADA ~ justifica o estupro, gente! Se ela estava sóbria ou bêbada ou drogada ou de vestido ou com decote ou com burca ou na rua até tarde, NÃO INTERESSA! Nada justifica essa invasão do espaço alheio, esse desrepeito, essa agressão. Pessoas que conseguem achar desculpas para esse tipo de crime, também são tão criminosos quanto quem os comete.
4) E talvez esse seja o motivo que mais me choca: MULHERES que fazem comentários como "Bem feito! Se não tivesse feito 'isso' ou 'aquilo' isso não teria acontecido!". Minhas filhas... é sério mesmo que vocês estão APOIANDO um dos piores crimes que uma mulher pode sofrer? É por causa de mulheres que pensam como VOCÊ que isso que aconteceu com ela, pode muito bem acontecer COM VOCÊ e com TODAS NÓS pelo simples fato de não termos um pênis no meio das pernas!
Mas é claro que apesar do lado "sujo" da repercussão desse crime, tem o lado "do bem": as manifestações de apoio A VÍTIMA! Porque se alguém tem que ser apoiado numa situação dessa, essa pessoa é a vitima e ninguém mais! E parece que algumas pessoas ~ se é que posso dizer que esses seres são "pessoas" ~ se esquecem disso. A vitima, minha gente, NUNCA tem culpa! Nem se ela se esfregar nua no cara, isso não dá a ele o direito de estuprá-la!
Diversas manifestações de repúdio não só a esse acontecimento específico, mas a todos semelhantes e de apoio não só a essa vítima mas a todas as outras pipocaram na minha timeline nos últimos dias publicados principalmente pelas páginas de divulgação do feminismo que eu tenho seguido há algum tempo, e algo que TODAS tinham em comum era a solidariedade as vitimas. Numa das mensagens que li a autora até fala "Não foram 33 contra 1, mas sim contra TODAS!" e é tão verdade que uma outra pessoa até falou "Na violência contra a mulher, todas metemos a colher."
Já faz algum tempo que acompanho toda essa movimentação feminista que está crescendo cada vez mais na internet e fora dela, e embora não me considere super feminista ativista e tal, acho muito bacana e super apoio todo esse engajamento em abrir os olhos da população quanto aos números alarmantes das taxas de crimes contra as mulheres, principalmente o estupro, além de estarem divulgando várias campanhas de apoio as vitimas e de incentivo a denúncia, entre elas a campanha "Eu luto contra a cultura do estupro", que tem levado milhares de pessoas, inclusive celebridade e pessoas públicas a mudarem suas fotos de perfil pela foto com o filtro do slogan da campanha além de se manifestarem (com textões, vídeos, etc.) contra a cultura do estupro e dando apoio não só a essa menina mas como a outras vítimas.
Pra quem não sabe o que é a tão falada "Cultura do Estupro" ("Rape Culture"), em resumo, quer dizer que a sociedade não ensina a não estuprar mas sim a não SER estuprado, o que infelizmente é verdade! Se você é mulher principalmente, você cresce sendo ensinada a se comportar e se vestir e falar e etc. de forma a não "provocar" o sexo oposto, porque uma vez que você faz isso está "dando abertura" para que eles possam "fazer o que bem entender" com você, não é verdade?
O site BuzzFeed fez um post intitulado "What Is Rape Culture?" onde é feita uma espécie de "guia para iniciantes" explicando os principais pontos da cultura do estupro, que foi lindamente traduzido por Vanessa Fogaça Prateado e postado no site Gazeta do Povo, sob o título de "Você sabe o que é cultura do estupro?" e eu super recomendo ler esse post pra ficar ciente de como nós podemos parar essa cultura que cultua a falta de respeito ao próximo.
Dentre todos os esclarecimentos feitos nas matérias citadas acima, um que me chamou a atenção, não por eu não saber que aconteça, mas porque raramente ouço falar, é que homens também sofrem estupro, embora em bem menor quantidade que as mulheres, e a dor deles é a mesma que a nossa, tanto por sofrerem o ato quanto por serem julgados e terem que se calar por medo de sofrerem represálias.
Outra campanha interessante que eu vi, eu achei no site Catraca Livre que é um vídeo que uma blogueira britânica fez, em que ela explica, através de uma metáfora com o famoso chazinho britânico, os conceitos de "consentimento" e "abuso sexual". O vídeo é bem no estilo "Não entendeu? Quer que eu desenhe?" sabe? E por isso passa a mensagem perfeitamente bem, como você pode ver no vídeo aí embaixo.
Só espero sinceramente que esse caso não caia no esquecimento como tantos outros casos, nem que essa moça fique sem justiça.
Espero também que as pessoas ~ inclusive os homens ~ se conscientizem da necessidade urgente de se mudar os conceitos que nos tornam escravos da cultura do estupro.
E só pra finalizar esse post, enquanto estava lendo as últimas notícias sobre esse estupro coletivo, li que a menina agradeceu em seu perfil o apoio que tem recebido e disse que teve medo de ser julgada mal e que está surpresa por isso não ter acontecido e isso me fez refletir mais uma vez sobre como os valores estão distorcidos: a VÍTIMA tem medo de se manifestar sobre o ocorrido enquanto os CRIMINOSOS seguem suas vidas normalmente, se gabando de seus atos inescrupulosos.
É isso que infelizmente acontece nessa "Cultura do Estupro" na qual nós estamos inseridos: nós nos surpreendermos com mensagens de apoio e com o fato de não estarmos sendo julgados por crimes que sofremos ao invés de nos surpreendermos com o contrário...

Comentários

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Esse caso é muito complicado e esse povo que diz 'não estou falando que ela mereceu, MAS' me dá um desespero TÃO grande. É TÃO complicado isso, independente de ela usar drogas ou andar com os traficantes, NADA absolutamente NADA justifica isso! E me deixa TÃO chateada em ver mulheres com essa atitude =\


    Beijinhos
    n. // www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Abuso não é frescura!

Se seu tio nunca colocou a mão dentro da sua calcinha quando você era criança e disse que estava tudo bem em fazer aquilo e anos depois, quando você já era moçinha, te disse que "só" apalpar seus pequenos seios era "legal", então não fale que é frescura. Isso é abuso físico.  Se você nunca teve sua auto-estima destruída pelo seu próprio pai que achava que estava te ensinando alguma lição, nem foi chamada de vadia por ele porque estava saindo de casa com batom colorido e brincos grande, então não fale que é frescura. Isso é abuso emocional.
Se seu marido nunca te chamou de ridícula por acreditar em Deus e te proibiu de ir à igreja por achar que mulher dele não acredita nessas idiotices e nem perde tempo com isso, então não fale que é frescura. Isso é abuso psicológico.
Se seu ex nunca colocou na internet aquelas fotos e vídeos íntimos de vocês que só vocês sabiam que existiam, por pura vingança porque não aceitava o término do relacionamento, então não fale que é f…

In Memoriam

Como é triste ver mais uma vida ceifada Pela ponta da espada Que um dia prometeu te proteger Ter seus sonhos interrompidos Pelos golpes inferidos Por aquele que não soube te perder Perdeu porque não cuidou Tampouco realmente amou Apenas quis te ter Ter seu corpo, sua vida, sua mente De modo sutil e eloquente Te fez a ele pertencer Mas no fundo você sabia Que só a si mesmo pertencia E sua força parou de esconder Enfrentou seus medos, família, sociedade Mostrou que dele não era propriedade Conseguiu juntar os cacos e se reerguer Mas deixou um homem com o ego ferido O transformou no seu pior inimigo Aquele que não a deixaria sem ele viver E ele te ameaçou e perseguiu E friamente sua promessa cumpriu E agora seus filhos sem ti irão crescer Infelizmente você não é a primeira Tampouco sua história é derradeira Mas jamais a iremos esquecer Lutaremos por justiça e contra o feminicídio Para que nenhuma outra mulher precise viver num presídio Quando o relacionamento se dissolver

Seja Forte

Até quando você vai engolir calada Cada humilhação aguentada? Por quanto tempo você vai entrar no banho pra chorar Na esperança da água sua vergonha lavar? Quando você vai finalmente perceber Que o errado é ele e não você? Mulher, seja corajosa e erga sua cabeça! Por mais difícil que seja, não esmoreça! Empodere-se, seja forte! Mude seu destino, faça sua própria sorte! Se conheça, se cuide, ame primeiramente a você Saiba que sem ele também é possível viver.

Seguidores