Pular para o conteúdo principal

No seu olhar

No seu olhar vejo a ansiedade
De quem anseia por felicidade

No seu olhar vejo a paixão
De quem se entrega de coração

No seu olhar vejo a mudez
De quem não se expressa por timidez

No seu olhar vejo a dor
De quem sofre por amor

No seu olhar vejo a fúria
De quem foi vítima de incúria

No seu olhar vejo o segredo
De quem evita o dedo

No seu olhar vejo a aflição
De quem teme a rejeição

No seu olhar vejo o clamor
De quem grita de temor

No seu olhar vejo a incerteza
De quem não pertence a nobreza

No seu olhar vejo o mistério
De quem se sente tratado como um astério

No seu olhar vejo solidão
De quem vive na escuridão

No seu olhar vejo a urgência
De quem está perdendo a paciência

No seu olhar vejo a esperança 
De quem quer mudança

No seu olhar vejo a fé
De quem luta para permanece de pé

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Abuso não é frescura!

Se seu tio nunca colocou a mão dentro da sua calcinha quando você era criança e disse que estava tudo bem em fazer aquilo e anos depois, quando você já era moçinha, te disse que "só" apalpar seus pequenos seios era "legal", então não fale que é frescura. Isso é abuso físico.  Se você nunca teve sua auto-estima destruída pelo seu próprio pai que achava que estava te ensinando alguma lição, nem foi chamada de vadia por ele porque estava saindo de casa com batom colorido e brincos grande, então não fale que é frescura. Isso é abuso emocional.
Se seu marido nunca te chamou de ridícula por acreditar em Deus e te proibiu de ir à igreja por achar que mulher dele não acredita nessas idiotices e nem perde tempo com isso, então não fale que é frescura. Isso é abuso psicológico.
Se seu ex nunca colocou na internet aquelas fotos e vídeos íntimos de vocês que só vocês sabiam que existiam, por pura vingança porque não aceitava o término do relacionamento, então não fale que é f…

In Memoriam

Como é triste ver mais uma vida ceifada Pela ponta da espada Que um dia prometeu te proteger Ter seus sonhos interrompidos Pelos golpes inferidos Por aquele que não soube te perder Perdeu porque não cuidou Tampouco realmente amou Apenas quis te ter Ter seu corpo, sua vida, sua mente De modo sutil e eloquente Te fez a ele pertencer Mas no fundo você sabia Que só a si mesmo pertencia E sua força parou de esconder Enfrentou seus medos, família, sociedade Mostrou que dele não era propriedade Conseguiu juntar os cacos e se reerguer Mas deixou um homem com o ego ferido O transformou no seu pior inimigo Aquele que não a deixaria sem ele viver E ele te ameaçou e perseguiu E friamente sua promessa cumpriu E agora seus filhos sem ti irão crescer Infelizmente você não é a primeira Tampouco sua história é derradeira Mas jamais a iremos esquecer Lutaremos por justiça e contra o feminicídio Para que nenhuma outra mulher precise viver num presídio Quando o relacionamento se dissolver

Seja Forte

Até quando você vai engolir calada Cada humilhação aguentada? Por quanto tempo você vai entrar no banho pra chorar Na esperança da água sua vergonha lavar? Quando você vai finalmente perceber Que o errado é ele e não você? Mulher, seja corajosa e erga sua cabeça! Por mais difícil que seja, não esmoreça! Empodere-se, seja forte! Mude seu destino, faça sua própria sorte! Se conheça, se cuide, ame primeiramente a você Saiba que sem ele também é possível viver.

Seguidores